Home arrow Notícias arrow Livro do Príncipe Naruhito é distribuído gratuitamente em SP
Livro do Príncipe Naruhito é distribuído gratuitamente em SP PDF Imprimir E-mail
Por Sheyla Arisawa   
19 de junho de 2008

 “Junto ao Rio Tâmisa ­– Recordações dos dois anos em Oxford” é o  livro de memórias do príncipe herdeiro do Japão que chega ao Brasil para as comemorações, em 18 de junho, dos 100 Anos da Imigração Japonesalivro_do_principe_naruhito_0377_web.jpg

 

 São Paulo, 16 de junho de 2008 – Quinhentos exemplares da primeira edição em língua portuguesa do livro Junto ao Rio Tâmisa, do Príncipe Naruhito do Japão, estão sendo distribuídos pelo Centro de Informação e Apoio ao Trabalhador no Exterior (CIATE), ligado à Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa. Lançada em 27 de maio, na campanha para angariar fundos de ampliação do Hospital Santa Cruz, em São Paulo, esta edição brasileira de Junto ao Rio Tâmisa também marca o ano de comemoração do centenário da imigração japonesa no Brasil.

O Príncipe Naruhito vem ao Brasil, a convite do presidente Luís Inácio Lula da Silva, para as cerimônias, em 18 de junho, dos 100 Anos da Imigração Japão-Brasil. “Esperamos que este livro seja lido pelas pessoas que forem receber Sua Alteza e  contribua de alguma forma para que conheçam a pessoa do Príncipe Herdeiro do Japão”, afirma o Professor Masato Ninomiya*, um dos tradutores de Junto ao Rio Tâmisa.

 

            Conforme a autorização para publicação da Casa Imperial do Japão, Junto ao Rio Tâmisa não pode ser vendido. Sua distribuição no CIATE é gratuita e os direitos autorais dessa edição foram inteiramente doados pelo Príncipe Naruhito ao Hospital Santa Cruz, a mais antiga instituição beneficente nipo-brasileira em atividade e voltada para a medicina preventiva. O CIATE (http://www.ciate.org.br) fica na Rua São Joaquim, 381 – 1º. Andar (11) 3209-0838.

 

 

Memória da vida de estudante de um príncipe

 

Um clima fabuloso envolve as memórias relatadas pelo Príncipe Naruhito no livro Junto ao Rio Tâmisa – Recordações dos dois anos em Oxford. Imagine-se alguém que procura ter uma simples vida de estudante, mas também é herdeiro do trono de um dos países mais ricos do mundo. Assim também pode ser lido Junto ao Rio Tâmisa, um relato de Sua Alteza Imperial sobre sua vivência de pós-graduando entre 1983 e 1985 no prestigiado Merton College de Oxford, onde produziu pesquisa sobre o transporte de mercadorias no Tâmisa no século XVIII. Traduzido diretamente do japonês e cotejado com sua edição inglesa, a narrativa permite adentrar na experiência única de uma pessoa recebida com deferência por membros da realeza européia - seja para um chá com a rainha Elizabeth, da Inglaterra, ou fim de semana com a família do Rei Juan Carlos, da Espanha – numa sincera busca do conhecimento, seja fazendo pesquisa em empoeirados arquivos ou visitando lugares históricos, e até aprendendo a pedir cerveja num pub ou lavando as próprias roupas na lavanderia automática. O Príncipe Naruhito mostra-se um intelectual, um amante de música, um violista dedicado que chegou a montar um quarteto de cordas enquanto esteve em Oxford e a participar de congresso sobre o instrumento. Ele também expõe seu lado esportista (pratica tênis e montanhismo) e descreve com modéstia partidas em torneios na universidade, e até nas consagradas quadras de Wimbledon, além de excursão para os três picos mais altos da Grã-Bretanha. Mas, sobretudo, chama a atenção pelo tom discreto de narrar, preservando nomes de pessoas, contando com agudeza e sensibilidade feitos históricos e ocorrências prosaicas. Uma engraçada foi o fiasco de sua primeira tentativa de entrar numa discoteca. Ele e o colega foram barrados porque estavam de jeans e camiseta. Como num conto d’As Mil e Uma Noites, em algumas páginas de Junto ao Tâmisa, a vida de um príncipe se traveste, dentro do possível, na de uma pessoa comum, dando nobreza à vida prosaica. A aventura dessa experiência compõe com encanto a substância das memórias do Príncipe Naruhito em Oxford.

 

 

* Masato Ninomiya é professor da Faculdade de Direito da Universidade São Paulo (USP) e presidente do Centro de Informação e Apoio ao Trabalhador no Exterior. Essa primeira edição em língua portuguesa de Junto ao Tâmisa, publicada pela Kaleidos-Primus, teve a tradução feita diretamente do original japonês Thames to Tomoni, de 1993, e cotejada com a tradução inglesa The Thames And I, contando ainda com a participação de Aurea Chritine Tanaka, advogada e doutora em Direito Internacional pela Universidade de São Paulo, e a professora Sonia Regina Longhi Ninomiya, da Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

 

Para mais informações, por favor, contate:

 

Galeria de Comunicações Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo

 11-3803-8590/11-3672-0391/11-9645-3499/ 11-8123-9527

 

Luciana Juhas Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo ,

Maira Paes Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo

 

 
< Anterior   Próximo >