Home arrow Notícias arrow Exposição Oriente-Ocidente
Exposição Oriente-Ocidente PDF Imprimir E-mail
Por Sheyla Arisawa   
11 de setembro de 2008
CCSP comemora centenário da imigração japonesa com a exposição
Oriente-Ocidente a mostra reúne jovens artistas nipo-brasileiros que participaram do Programa de Exposições até 5 de outubro

O Centro Cultural São Paulo realiza a exposição ORIENTE-OCIDENTE com os jovens artistas nipo-brasileiros Celina Yamauchi, Cláudio Matsuno, Juliana Kase, André Komatsu, César Fujimoto e Alice Shintani, todos lançados pelo Programa Anual de Exposições do CCSP, que retornam para participar das comemorações ao centenário da Imigração Japonesa. A exposição ficará em cartaz até 5 de outubro, no Piso Caio Graco.

O Programa Anual de Exposições é promovido pelo CCSP desde 1989 e privilegia o debate sobre a produção artística contemporânea, propondo um mapeamento da jovem produção artística com o objetivo de abrir espaço a artistas em início de carreira para a inserção no circuito de artes plásticas e possibilitar o acesso do público a obras representativas das principais linhas artísticas contemporâneas. Neste tradicional projeto da instituição, artistas inscritos no programa são selecionados por uma comissão especializada para participarem de mostras que ocorrem ao longo do ano.

Os artistas participaram do Programa Anual de Exposições em: Celina Yamauchi (1996), Cláudio Matsuno (2003), Juliana Kase (2005), André Komatsu (2006), César Fujimoto (2006) e Alice Shintani (2007).

SOBRE OS ARTISTAS:

CELINA YAMAUCHI
“Ao propor a exposição de reproduções fotográficas de páginas de um caderno de artista desaparecido, Celina Yamauchi retoma não só questões relativas ao conteúdo histórico-pessoal das imagens como também problematiza a relação entre representação e fotografia."

set_claudiomatsuno_-_orienteeocidente.jpgCLÁUDIO MATSUNO
Na instalação intitulada "En Timo Ménei" apresento uma série de desenhos,
colagens, pinturas e intervenções sobre a parede do espaço. O termo grego "En Timo Ménei" traduzido para o português significa como "Ficar na Alma".

Cláudio Matsuno (São Paulo/SP, 1971) é formado em Artes Plásticas pela
Faculdade de Belas Artes de São Paulo (1995). Neste período realiza também curso de pintura sob orientação do artista Bin Kondo (membro do grupo Phases nos anos 60) na Fundação Bunkyo e, em 2001, cursa especialização em Monitoria em Artes no MAC/USP em São Paulo. Participa de diversas exposições coletivas e individuais desde 1994. Recebeu diversos prêmios pelo Brasil, destacando o Prêmio Aquisição do tradicional Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba, Campinas, Santos e Ceará.
Atualmente trabalha como artista plástico e arte-educador mantendo um ateliê no centro de São Paulo/SP.
Claudio Matsuno é artista representado pelo Mendes Bahia Arte Contemporânea em Belo Horizonte/MG.

JULIANA KASE - 9410-6022 /
Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo
O foco de seu trabalho é a instalação, que é fortemente influenciada pelo
próprio espaço onde expõe seus trabalhos. Para esta exposição, Juliana Kase preparou um trabalho específico para o Centro Cultural São Paulo. Ela constrói sua obra, Distância, a partir das relações do espaço e da distância de 25m entre dois pontos extremos.

ANDRÉ KOMATSU - 8261-4344 / 5539-2956 /
Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo
Em Avalanche proponho a realização de uma instalação a partir da "derrubada" das paredes utilizadas nas exposições do espaço do CCSP. O trabalho utiliza as paredes para criar uma instalação. Paredes usadas normalmente apenas como suporte das obras e unidades de delimitação espacial passam a constituir a própria obra. O trabalho pretende discutir o isolamento e as adequações impostas por espaços destinados à arte.

CÉSAR FUJIMOTO - 5081-4364 / 9619-3548 /
Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo
Projeto Respiradores
Apresentado ao Centro Cultural São Paulo, este trabalho pretende
suspender-se e destacar-se no espaço arquitetônico onde se insere. Em uma área constituída por painéis brancos, uma linha é formada por uma seqüência de peças brancas produzidas em gesso a partir de moldes de máscaras de oxigênio.
Fundindo-se ao fundo branco, as peças dispõem-se lado a lado e percorrem horizontalmente toda a extensão do espaço. O processo de percepção e identificação dos contornos e volumes desses objetos, o que define a sua materialidade, revela-se sutil e gradativamente ao espectador. Dessa forma, o branco é pensado como um respiro, um "lugar entre", uma pausa, enquanto os objetos, como elementos ativadores dessa relação espaço-temporal.

ALICE SHINTANI - 9124-3245 / 3283-4384 /
Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo
Atari Series, 2008 Alice Shintani apresenta seu trabalho Estacionamento, de 2008, na exposição Oriente/Ocidente, realizada no CCSP. Trata-se de uma instalação pictórica, que evoca a imagem de um estacionamento. Para isso a artista usa da técnica de resina acrílica sobre painéis e chão.

SERVIÇO:
Oriente Ocidente
Exposição em comemoração aos 100 anos da Imigração Japonesa, que apresenta os jovens artistas nipo-brasileiros lançados pelo Programa de Exposições do CCSP ao longo de seus 18 anos de existência: Alice Shintani, André Komatsu, Celina Yamauchi, César Fujimoto, Cláudio Matsuno e Juliana Kase.
Período: 6 de setembro a 5 de outubro
Terça a sexta das 10h às 20h, sábados, domingos e feriados das 10h às 18h
Piso Caio Graco
Centro Cultural São Paulo - Rua Vergueiro, 1000
Entrada franca

 
< Anterior   Próximo >