Home arrow Notícias arrow Conheça a história do navio Kasato Maru
Conheça a história do navio Kasato Maru PDF Imprimir E-mail
Por Administrator   
16 de abril de 2008
Há 100 anos, um imponente navio tornou-se o marco histórico do início da imigração japonesa para o Brasil. Era o Kasato Maru, construído pelo estaleiro inglês Wighan e Richardson Co., localizado em Newcastle, na Inglaterra. Comprado pela Rússia em 1889, foi chamado de Kazan, nome de uma cidade localizada a oeste de Moscou, e transportava soldados e equipamentos médicos. Há 100 anos, um imponente navio tornou-se o marco histórico do início da imigração japonesa para o Brasil. Era o Kasato Maru, construído pelo estaleiro inglês Wighan e Richardson Co., localizado em Newcastle, na Inglaterra.

Comprado pela Rússia em 1889, foi chamado de Kazan, nome de uma cidade localizada a oeste de Moscou, e transportava soldados e equipamentos médicos.
Em 1904 eclode a Guerra Russo Japonesa, travada entre o Império do Japão e o Império Russo na disputa por territórios da Coréia e da Manchúria. Neste ano, o navio foi reformado para ser utilizado como navio hospital. Durante o conflito, o Japão conquistou a embarcação, rebatizada como Kasato Maru.

 “Kazan” era uma palavra pronunciada pelos japoneses como Kasato, e Maru é a partícula utilizada para designar nomes de navios.
O Kasato Maru realizou algumas viagens, já como navio de imigrantes, para países como México e Peru em 1906. Em 1908 realiza a famosa travessia ao Brasil. No dia 28 de abril daquele ano, com 781 imigrantes a bordo, o Kasato partiu de Kobe com destino ao Brasil, fazendo escalas em Cingapura e na Cidade do Cabo.
 
Finalmente, no dia 18 de junho, às 9 da manhã, o vapor chegou às águas do porto de Santos e ficou atracado no caís de número 14.
Depois do Brasil, a embarcação passou a atuar como navio cargueiro, e em 1942, foi incluída na esquadra japonesa da Segunda Guerra Mundial. Em 9 de agosto de 1945, foi abatido pelos russos, ao transportar latas de atum e caranguejos no Mar de Bering, na Rússia.

Para resgatar essa peça da história, a cidade de Santos elaborou um projeto em homenagem ao Centenário, com a construção de uma réplica do navio Kasato Maru. A obra feita pelo modelista náutico Carlos Henrique de Azevedo Marques, com 1,60m de comprimento, esteve em exposição na Fortaleza da Barra, junto a gravuras do artista plástico Manabu Mabe.
 
 
< Anterior   Próximo >