Livro "O Nikkey no Brasil" ganha versão em Japonês
Por Celso Issamu   
30 de abril de 2010

capa_do_livro_da_verso_japonesa_copy_copy.jpgO livro “O Nikkei no Brasil”, uma obra coletiva coordenada e escrita por Kiyoshi Harada e outros onze autores em homenagem ao centenário da imigração japonesa no Brasil, ganha a sua versão em japonês.

Trata-se de única obra do gênero a analisar as causas e as conseqüências do fenômeno da imigração japonesa, retratando desde os momentos que antecederam o fluxo migratório até a vinda dos primeiros imigrantes enfrentando toda sorte de dificuldades, mas que com muita garra a persistência, aos poucos, foram se integrando e ascendendo na escala social até chegar aos dias atuais em que os japoneses e seus descendentes ocuparam um bom espaço no cenário nacional, tanto no setor público como no setor privado.

O sucesso dessa ascensão sócio-econômica do nikkei  não se deveu apenas ao seu apego à tradicional cultura japonesa e à sua mobilidade social, características comuns aos nikkeis de outros países. Aqui dois fatores contribuíram para o seu sucesso: à boa receptividade do povo brasileiro que soube superar, com sabedoria, o impasse decorrente da Segunda Grande Guerra e  a grande participação dos nikkeis na política, brasileira, o que não aconteceu nos outros países de imigração mais antiga, como nos Estados Unidos, Canadá e Peru, onde a Segunda Grande Guerra deixou cicatrizes profundas difíceis de serem ignoradas. Em breve teremos um primeiro Senador Nikkei.

O último capítulo, capítulo 16, destaca os principais eventos dos festejos comemorativos demonstrando que a comemoração centenária  extrapolou o âmbito da comunidade Nikkei para assumir uma dimensão nacional e com repercussão na mídia mundial.

Por isso, o livro, por questão de justiça, além de enaltecer os imigrantes e descendentes aponta os nomes dos pioneiros em cada área de conhecimento ou de atividades que abriram os caminhos que outros vieram a trilhar, despertando nos dias atuais o sentimento de orgulho da sociedade brasileira pela acolhida dos imigrantes japoneses.